30 de jul de 2012

ESPIRITISMO E ECOLOGIA




O Consolador - Ciência
Livro: O Consolador Emmanuel & Francisco Cândido Xavier
CIÊNCIAS ESPECIALIZADAS

77 - Os Espíritos se preocupam com a Botânica?- Na Botânica encontrais as mesmas incógnitas dos princípios, apenas explicáveis pelos fatores transcendentes, o que prova a atenção do plano espiritual para com o chamado reino dos vegetais. Esse departamento da Natureza, campo de evolução como os outros, recebe igualmente o sagrado influxo do Senhor, através da assistência de seus mensageiros, desde os pródromos da organização planetária. Recordai-vos de que o homem é discípulo numa escola que o seu raciocínio já encontrou organizada pela sabedoria divina e, em nome dAquele que é a origem sagrada de nossas vidas, amai as árvores e tende cuidado com o campo, onde florescem as bênçãos do céu.


78 - A Zoologia é também objeto de atenção dos planos espirituais?- Sem dúvida, também a Zoologia merece o zelo da esfera invisível, mas é indispensável considerarmos a utilidade de uma advertência aos homens, convidando-os a examinar detidamente os seus laços de parentesco com os animais, dentro das linhas evolutivas, sendo justo que procurem colocar os seres inferiores da vida planetária sob o seu cuidado amigo. Os reinos da Natureza, aliás, são o campo de operação e trabalho dos homens, sendo razoável considerá-las mais sob a sua responsabilidade direta que propriamente dos Espíritos, razão por que responderão perante as leis divinas. pelo que fizeram, em consciência, com os patrimônios da natureza terrestre.



27 de jul de 2012

LANÇAMENTO DE LIVRO


O QUERIDO CONFRADE CEZAR BRAGA SAID TEVE ACESSO ÀS CARTAS QUE CHICO XAVIER ESCREVERA AO MÉDIUM DIVALDO FRANCO ELABORANDO BELO LIVRO COM ESSAS REFERIDAS CARTAS E, ENTÃO NO DIA 30/07/2012 ÀS 20 HORAS NA SOCIEDADE HEBRAICA DO RIO DE JANEIRO NA RUA DAS LARANJEIRAS, 346 HAVERÁ O LANÇAMENTO DESSE REFERIDO LIVRO QUE CEZAR SAID INTITULOU "CHICO E DIVALDO, AMIGOS PARA SEMPRE" . LOGO APÓS O MÉDIUM DIVALDO FRANCO PROFERIRÁ PALESTRA NA HEBRAICA. HAVERÁ AUTÓGRAFOS DO LIVRO E A ENTRADA É DE GRAÇA.


texto retirado do facebook de Ana maria Spranger

22 de jul de 2012

REFLEXÕES

A PALAVRA

Poderoso veículo de comunicação, a palavra é instrumento


que poucos utilizam como deveriam.

A boa palavra ergue e consola, ensina e corrige, ampara e

salva.

A má palavra envenena e mata, enlouquece e fulmina, desequilibra

e arma de ódio.

Muitos falam sem pensar, gerando antipatias e fomentando

crimes.

Outros pensam sem falar e perdem as oportunidades edificantes

de sustentar o ideal do bem e da vida.

Falar por falar expressa desequilíbrio, tanto quanto calar,

sempre, denota doentia introspecção.

Dispões desse abençoado instrumento para preservar a vida e

enriquecê-la de bênçãos, que é a palavra.

Usa o verbo com sabedoria, ensinando, ajudando e impulsionando

as pessoas ao avanço, ao progresso.

Articula a palavra sem gritaria nem desconcerto emocional,

de modo que se te faça agradável, inspirando os que te ouvem e

gerando simpatia em teu favor.

A arte de falar é conquista que todos devem lograr.

Não a esgrimas com teu verbo, nem a sepultes no mutismo da

alienação.

Fala sobre o bem, o amor e a esperança, propondo a alegria

entre as criaturas e ensinando-as a adquirir segurança pessoal no

processo da evolução.

Fonte:


Livro: Episódios Diários (Divaldo Franco - Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis)




.



18 de jul de 2012

POR DENTRO DO MOVIMENTO ESPÍRITA

DIVALDO FRANCO




CONFERÊNCIAS PÚBLICAS – Rio de Janeiro - Julho e Agosto


65 ANOS DE DIVULGAÇÃO ESPÍRITA 2012


29
DOMINGO
13 às 19 h
III CONGRESSO DO CENTRO ESPIRITA JOANNA DE ÂNGELIS DA BARRA "ENCONTRO COM DIVALDO FRANCO"
RIBALTA AV. DAS AMÉRICAS 9650 BARRA
RIO



30
SEGUNDA
20 h
SOCIEDADE HEBRAICA
RUA DAS LARANJEIRAS, 346 LARANJEIRAS
RIO



31
TERÇA
19 h
NO MUSEU DO EXÉRCITO CONDE DE LINHARES

AV PEDRO II 383 QUINTA DA BOA VISTA
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
RIO



02
QUINTA
20 h
GRUPO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ
RUA JIQUIBÁ, 139 – MARACANÃ
RIO



03
SEXTA
20 h
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ CONCHA ACÚSTICA RUA SÃO FRANCISCO XAVIER, 524
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
RIO



04
SÁBADO
17 h
CEOE JESUS GONÇALVES RUA MAPENDI 158 TAQUARA JACAREPAGUÁ
RIO



05
DOMINGO
DAS 9h ÁS 17h
22o FEIRÃO PRÓ-MANSÃO DO CAMINHO
COLÉGIO MILITAR - RUA SÃO FRANCISCO XAVIER, 267
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
RIO




01/08/2012 - Quarta-feira - 14 às 18 h - CASA DE ESPANHA
19º SEMINÁRIO BENEFICENTE PRÓ-MANSÃO DO CAMINHO
MEDIUNIDADE : DESAFIOS E BÊNÇÃOS
RUA VITÓRIO DA COSTA, 254 - HUMAITÁ - RIO DE JANEIRO
Crachás: na Livraria Espírita Joanna de Ângelis Tel. 2265- 2065 com Iracema;
na Livraria A Casa Rua Conde de Bonfim, 255/106 Tel. 3172- 3098
no Abrigo Thereza de Jesus à Rua Ibituruna, 53 Tel. 2569 - 8215
no Lar de Tereza em Copacabana Tels. 3208- 5264/2256 -2548
e 2569 8770 Glória
Coordenação: anaspranger@gmail.com



17 de jul de 2012

MOMENTO CEAO

                                                                     PALESTRA COM TARDE DE AUTÓGRAFOS



Informamos que no dia 21/07/2012,sábado, haverá no CEAO- Centro Espírita Amaral Ornellas uma palestra pública com o orador Maurício Mancini, as 17h30 de tema "A força do amor".

Após a mesma, Maurício, que é do Centro Espírita Paulo de Tarso, fará em nossa livraria, uma tarde de autógrafos de suas obras em prol de sua casa espírita.
Sintam-se tds , carinhosamente convidados...é só chegar...
Nosso endereço é Rua Dr. Leal, 76 no Engenho de Dentro/ RJ.
Até lá !

13 de jul de 2012

POR DENTRO DO MOVIMENTO ESPÍRITA


“PAULO E ESTÊVÃO”: 70 ANOS

O ano de 2012 não só marca uma década

da desencarnação

de Francisco Cândido Xavier como também o ano em que o livro “Paulo e Estêvão” – por ele psicografado

e o seu preferido

– completa 70 anos de lançamento.

E para marcar o acontecimento, a Federação Espírita Brasileira (FEB) está lançando em nova apresentação gráfica este clássico do Espírito Emmanuel, já trazendo em sua capa a nova logomarca

das edições FEB. Com 488 páginas e 16x23cm, o livro sai pelo valor promocional


de R$27,00.

Somando ainda a esta homenagem,

vem o lançamento “Paulo

e Estêvão para jovens leitores”, de Adeilson Salles,

publicado em parceria pela FEB e a Federação Es-

pírita do Rio Grande do Sul. É uma releitura do conhecido romance voltada

mais a crianças e adolescentes. Com 88 páginas e 16x23cm, custa R$ R$20,25.

Os livros podem ser adquiridos na livraria virtual da FEB: http://www.feblivraria.com.br/
 
 
FONTE :www.boletimsei.org.br/?wpfb_dl=373


10 de jul de 2012

CANTINHO DA POESIA



Por inspiração de nossa companheira Neyde de Souza Barros, Tia Neyde, como carinhosamente é chamada no CEAO, trouxemos o Perdão em poesia de Maria Dolores.


CANTIGA DO PERDÃO

Não te iludas, amigo,

Por mais se expandam lágrimas contigo,

Todo lamento é vão...

Tudo o que tende para a perfeição,

Todo o bem que aparece e persiste no mundo

Vive do entendimento harmônico e profundo,

Através do perdão...

Perdão que lembre o sol no firmamento,

Sem se fazer pagar pelo foco opulento,

A vencer, dia a dia,

A escuridão da noite insondável e fria

E a nutrir, no seu longo itinerário,

O verme e a flor, o charco e o pó, o ninho e a fonte,

De horizonte a horizonte,

Quanto for necessário.

Perdão que nos destaque a lição recebida

Na humildade da rosa,

Bênção do céu, estrela cetinosa,

Que, ao invés de pousar sobre o diamante,

Desabrocha no espinho,

Como a dizer que a vida,

De caminho a caminho,

Não despreza ninguém,

E bela, generosa, alta e fecunda

Quer que toda maldade se transfunda

Na grandeza do bem...

Perdão que se reporte

À brandura da terra pisoteada,

Esquecida heroína de paciência,

Que acolhe, em toda parte, os detritos da morte

E sustenta os recursos da existência,

Mãe e escrava sublime de amor mudo,

Que preside, em silêncio, ao progresso de tudo!...

Amigo, onde estiveres,

Assegura a certeza

De que o perdão é lei da Natureza,

Segurança de todos os misteres.

Perdoa e seguirás em liberdade

No rumo certo da felicidade.

Nas menores tarefas que realizes,

Para lembrar sem sombra os instantes felizes

Na seara da luz,

Na qual a Luz de Deus se insinua e reflete,

É forçoso exercer o ensino de Jesus

Que nos manda perdoar

Setenta vezes sete

Cada ofensa que venha perturbar

O nosso coração;

Isso vale afirmar,

Na senda de ascensão,

Que, em favor da vitória,

A que aspiras na luta transitória,

É mais do que importante, é essencial

Que te esqueças, por fim, de todo mal!...

E que, em tudo, no bem a que te dês,

Seja aqui, mais além, seja agora ou depois,

Deus espera que ajudes e abençoes,

Compreendendo, amparando e servindo outra vez!...

(De “Antologia da Espiritualidade”, de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Maria Dolores)

9 de jul de 2012

Estudando o" Livro dos Espíritos "



Parte Segunda – Mundo espírita ou dos espíritos
Capítulo 1 – dos Espíritos












128 Os seres a que chamamos anjos, arcanjos, serafins formam uma categoria especial de natureza diferente dos outros Espíritos?
– Não. São os Espíritos puros. Estão no mais alto grau da escala e reúnem todas as perfeições.
☼ A palavra anjo desperta, geralmente, a idéia de perfeição moral. Entretanto, aplica-se, muitas vezes, a todos os seres bons e maus que estão fora da humanidade. Diz-se: o bom e o mau anjo, o anjo de luz e o anjo das trevas. Nesse caso, é sinônimo de Espírito ou de gênio. Nós a tomamos aqui na sua significação de bom.




129 Os anjos percorreram todos os graus da escala evolutiva?
– Eles percorreram todos os graus, mas, como já dissemos: uns aceitaram sua missão sem murmurar e chegaram mais rápido; outros levaram um tempo mais ou menos longo para chegar à perfeição.




130 Se a opinião de que há seres criados perfeitos e superiores a todas as outras criaturas é errônea, como se explica o fato de que esteja na tradição de quase todos os povos?
– Pensai e considerai que o vosso mundo não existe de toda a eternidade e que, muito tempo antes que ele existisse, havia Espíritos que já tinham alcançado o grau supremo da evolução. Eis por que os homens acreditaram que eles foram sempre assim (perfeitos).




131 Há demônios, no sentido que se dá a essa palavra?
– Se houvesse demônios, seriam obra de Deus. Deus seria justo e bom por ter feito seres eternamente devotados ao mal e eternamente infelizes? Se há demônios, é no vosso mundo inferior e em outros semelhantes ao vosso. Demônios são esses homens hipócritas que fazem de um Deus justo um Deus mau e vingativo e acreditam que Lhe agradam pelas abominações que cometem em Seu nome.
☼ A palavra demônio nos dias atuais significa e nos dá idéia de mau Espírito, porém a palavra grega daimôn, de onde se origina, significa gênio, inteligência, e se emprega para designar seres incorpóreos, bons ou maus, sem distinção.




Os demônios, conforme o significado comum da palavra, supõem seres malvados por natureza, na sua essência. Seriam, como todas as coisas, criação de Deus. Assim sendo, Deus, soberanamente justo e bom, não pode ter criado seres predispostos, por sua natureza, ao mal e condenados por toda a eternidade. Se não fossem obra de Deus, seriam, forçosamente, como ele, de toda a eternidade, ou então haveria muitos poderes soberanos.




A primeira condição de toda doutrina é a de ser lógica. A doutrina dos demônios, cuidadosa e severamente analisada, peca por essa base essencial. Pode-se compreendê-la na crença dos povos atrasados que, por não conhecerem os atributos de Deus, crêem em divindades maldosas e em demônios. Mas, para todo aquele que faz da bondade de Deus um atributo por excelência, é ilógico e contraditório supor que Deus pudesse criar seres voltados ao mal e destinados a praticá-lo perpetuamente, porque isso é negar Sua bondade. Os partidários do demônio se apóiam nas palavras do Cristo. E com toda certeza não contestaremos aqui a autoridade de Seu ensinamento, que gostaríamos de ver mais no coração do que na boca dos homens. Mas os partidários dessa idéia estarão certos do significado que o Cristo dava à palavra demônio? Já não sabemos que a forma alegórica é a maneira usual de Sua linguagem? Tudo que é dito no Evangelho deve ser tomado ao pé da letra? Não precisamos de outra prova mais evidente além desta passagem:




“Logo após esses dias de aflição, o Sol se escurecerá e a Lua não mais iluminará, as estrelas cairão do céu e as forças do céu serão abaladas. Eu vos digo em verdade que esta geração não passará sem que todas essas coisas sejam cumpridas.”




Não vimos a forma do texto bíblico ser contestada pela ciência no que se refere à Criação e ao movimento da Terra? Não se dará o mesmo com certas figuras empregadas pelo Cristo, tendo que falar em conformidade com os tempos e os lugares? O Cristo não poderia dizer, conscientemente, uma falsidade; se, então, em suas palavras há coisas que parecem chocar a razão, é porque não as compreendemos ou as interpretamos mal.




Os homens fizeram com os demônios o que fizeram com os anjos. Da mesma forma que acreditaram na existência de seres perfeitos desde toda a eternidade, tomaram também por comparação os Espíritos inferiores como seres perpetuamente maus. Pela palavra demônio devem-se entender Espíritos impuros que, muitas vezes, não são nada melhores do que o nome já diz, mas com a diferença de que seu estado é apenas transitório. Esses são os Espíritos imperfeitos que se revoltam contra as provas que sofrem e, por isso, as sofrem por um tempo mais longo; porém, chegarão a se libertar e sair dessa situação quando tiverem vontade. Podemos, portanto, compreender a palavra demônio com essa restrição. Mas, como se entende agora, com um sentido peculiar e muito próprio, ela induziria ao erro, fazendo acreditar na existência de seres especialmente criados para o mal.




Com relação a Satanás, é evidentemente a personificação do mal sob uma forma alegórica, porque não se poderia admitir um ser mau lutando em igualdade de poder com a Divindade e cuja única preocupação seria a de contrariar seus desígnios. Como o homem precisa de figuras e imagens para impressionar sua imaginação, o próprio homem pintou seres incorpóreos sob uma forma material, com os atributos que lembram as qualidades e os defeitos humanos. É assim que os antigos, querendo personificar o Tempo, pintaram-no na figura de um velho com uma foice e uma ampulheta. A figura de um jovem para essa alegoria seria um contra-senso. Ocorre o mesmo com as alegorias da fortuna, da verdade, etc. Modernamente os anjos ou Espíritos puros são representados numa figura radiosa, com asas brancas, símbolo da pureza; Satanás com chifres, garras e os atributos da animalidade, emblema das paixões inferiores. O povo, que toma as coisas ao pé da letra, viu nesses emblemas individualidades reais, como antigamente viu Saturno na alegoria do Tempo.




Ubiqüidade: capacidade de estar em vários lugares ao mesmo tempo. É um atributo de Espíritos de grande evolução (N. E.).
Perisperma: revestimento fino que envolve a parte da semente da qual se formará a planta (N. E.).
À frente, na questão 258 e seguintes, está explicada a idéia de como a lei atua para o resgate dos Espíritos (N. E.).
Trasgo: Espírito elementar (N. E.).
Fieira: experiência pela qual alguém passou (N. E.).
Obsessão: neste caso, influência de um Espírito desencarnado, malévolo, sobre um encarnado. Há outras formas de obsessão – Veja O Livro dos Médiuns, Segunda Parte, cap. 23 Da Obsessão – (N. E.).
Compare com a questão 101, referente à idéia de sofrimento e punição (N. E.).

8 de jul de 2012

REUNIÕES PÚBLICAS

JULHO DE 2012

3ª feira, 14h

Dia 3 - Tema 1: Causas atuais das aflições, ESE, V, 4 a 5 - Maria José
Tema 2: Divisão da lei natural, LE, 647 a 648 - Maria Lucia

Dia 10 - Tema 1: Sinal Verde, Lição 17 - Maria Inês
Tema 2: Objetivos da Adoração, LE, 619 a 624 - Luiz Fernando

Dia 17 - Tema 1: Sinal Verde, Lição 18 - Alice Maria
Tema 2: Não são os que gozam de saúde os que precisam de médicos, ESE, XXIV - Roseli Sebastiana

Dia 24 - Tema 1: A Prece, LE, 658 a 661 - Sylvia Maria
Tema 2: O Mal e o Remédio, ESE, V, 19 - Gilberto Marques

Dia 31 - Tema Livre - Ivone Maria

6ª feira, 20h

Dia 6 - Tema 1: Sinal Verde, Lição 16 - Maria Inês
Tema 2: Progressão dos mundos, ESE, III, 19 - Bruno

Dia 13 - A Caridade - Eloy Vilela

Dia 20 - Tema 1:  Sinal Verde, Lição 19 - Walkyria
Tema 2: Motivos de Resignação, ESE, V, 12 e 13 - Nilza Erich

Dia 29 - Vida e Atos dos Apóstolos - Ângela Vidal

Sábado, 17:30

Dia 7 - Aprendendo com André Luiz - Wantuil Rodrigues

Dia 14 - Esquecimento do passado, LE, 392 a 399 - George Abreu de Souza

Dia 21 - A Força do Amor - Mauricio Mancini

Dia 28 - Tema 1: Adoração Exterior, LE, 653 a 656 - Maria Cristina
Tema 2: Bem e Mal Sofrer, ESE, V, 18 - Sonia Brandão

MOMENTO CEAO



Em uma edição dedicada à mediunidade não podemos esquecer de Yvonne Amaral Pereira pelo seu devotamento ao estudo da Doutrina Espírita, à prática da mediunidade, num esforço de atendimento a todos os sofredores e em particular aos suicidas. 


Sua vida de dedicação à mediunidade é um exemplo para todos os médiuns, e foi resumida por ela nesta prece publicada em seu livro Recordações da Mediunidade:


   “Obrigada, meu Deus, pela bênção da mediunidade que me concedeste como ensejo para a reabilitação do meu Espírito culpado.  A chama imaculada que do Alto me mandaste, com a revelação dos pontos da tua Doutrina, a mim confiados para desenvolver e aplicar, eu ta devolvo, no fim da tarefa cumprida, pura e imaculada conforme a recebi: amei-a e respeitei-a sempre, não a adulterei com ideias pessoais porque me renovei com ela a fim de servi-la; não a conspurquei, dela me servindo para incentivo às próprias paixões, nem negligenciei no seu cultivo para benefício do próximo, porque todos os meus recursos pessoais utilizei na sua aplicação. Perdoa, no entanto, Senhor, se melhor não pude cumprir o dever sagrado de servi-la, transmitindo aos homens e aos Espíritos menos esclarecidos do que eu o bem que ela própria me concedeu.”


Fonte :Editorial do Rota de Luz-Boletim Informativo do CEAO- Julho/2012


Tópicos da Mediunidade


Fortaleçamos o entendimento, conservando a confiança na Divina Bondade. Nenhuma razão para agravar problemas íntimos quando a mediunidade aparece.
  
A mediunidade com Jesus requer firmeza e trabalho ativo de nossa colaboração na seara espírita. Jesus está conosco e Nele nos cabe depositar toda a fé. Alegremos o coração, procuremos arejar os pensamentos e prossigamos adiante!
                                    ***
Sempre que trabalhemos, guardando a fé viva, na certeza de que Deus, na benção do tempo, auxiliar-nos-á na solução de todos os problemas e lutas, as nossas tarefas mediúnicas prosseguirão amparadas com segurança.


Bezerra de Menezes