4 de dez de 2012

CANTINHO DA POESIA

Cada vez que o Natal volta de novo

A cantar e a fulgir,

Cristo retorna ao coração do povo,

Aclarando o porvir. 


Amaral Ornellas

 

Canção do Natal

Mestre amado, agradecemos,

Em teu Natal de alegria,

A paz que anuncia

A vida superior...

Por nossa esperança em festa,

Pelo pão, pelo agasalho,

Pelo suor do trabalho,

Louvado sejas, Senhor!...

Envoltos na luz da prece,

Louvamos-te os dons supremos,

Nas flores que te trazemos,

Cantando de gratidão!...

Felizes e reverentes,

Rogamos-te, Doce Amigo,

A bênção de estar contigo

No templo do coração.


Casimiro Cunha


 Fonte : Rota de Luz -Ano XV Nº.9 Boletim Informativo do Centro Espírita Amaral Ornellas (Dezembro /2012)

 


 


 


 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comenta.