28 de jul de 2013

CANTINHO DA POESIA

Serve sorrindo



Auta de Souza

Derrama o coração pelo caminho
Tange a lira do bem que te procura
A mensagem da paz, canta baixinho
Onde brilhe a bondade doce e pura.

Oferta um ramo de flor a cada espinho
Por mais te doa a mágoa que tortura.
Para quem chora, a benção de carinho
É como estrela para a noite escura.

Bendize a própria dor em que te exprimes!
Serve sorrindo, embora de alma presa
Ao turbilhão das lágrimas sublimes.

Verás que em tudo se descerra
O amor de Deus na glória da beleza,
Que em cascatas de luz envolve a Terra!



Psicografia de Francisco Cândido Xavier


 

20 de jul de 2013

SAUDANDO O PAPA FRANCISCO

Papa Francisco,

É de braços abertos e com o coração alegre que nós , os Espíritas Cristãos brasileiros,também te recebemos, querido, pois afinal , caminhamos todos juntos, como irmãos, rumo à #Renovação, à #Fraternidade e à #Paz . Bem Vindo, Francisco !

16 de jul de 2013

POR DENTRO DO MOVIMENTO ESPÍRITA

DIVALDO FRANCO - Rio de Janeiro - 66 ANOS DE DIVULGAÇÃO ESPÍRITA AGOSTO/2013‏

                                                   
 


DIVALDO FRANCO – 
Rio de Janeiro
            66 ANOS DE DIVULGAÇÃO ESPÍRITA         AGOSTO/2013 
17
 SÁBADO
                              JUIZ DE FORA
 MG
18
DOMINGO
13 ÀS 19 h
IV CONGRESSO DO CENTRO ESPIRITA JOANNA DE ÂNGELIS DA BARRA "PSICOLOGIA DA GRATIDÃO NO EVANGELHO DE JESUS"  CITY BANK HALL BARRA.                                  
 RIO
19
 SEGUNDA
20 h
SOCIEDADE HEBRAICA   APOIO 5º CEU/CEERJ
RUA  DAS LARANJEIRAS, 346  LARANJEIRAS
 RIO
20
 TERÇA
 19 h
MUSEU DO EXÉRCITO CONDE DE LINHARES
AV PEDRO II 383,  QUINTA DA BOA VISTA
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
 RIO
22
 QUINTA
20 h
GRUPO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ
RUA JIQUIBÁ, 139 – MARACANÃ
 RIO
23
 SEXTA
20 h
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO  UERJ  CONCHA ACÚSTICA  RUA SÃO FRANCISCO XAVIER, 524
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
 RIO
24
 SÁBADO
19 h
HOMENAGEM AOS 52 ANOS DO CENTRO ESPÍRITA LÉON DENIS
RUA ABÍLIO DOS SANTOS , 137  BENTO RIBEIRO
 RIO
25
DOMINGO
 9 h ÀS 17 h
23o FEIRÃO PRÓ-MANSÃO DO CAMINHO
COLÉGIO MILITAR - RUA SÃO FRANCISCO XAVIER, 267
APOIO: GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
 RIO







20º SEMINÁRIO BENEFICENTE PRÓ-MANSÃO DO CAMINHO
TEMA: VIVENDO COM JESUS  21/08/2013 – Quarta-feira - 14 às 18 h -
CASA DE ESPANHA  RUA VITÓRIO DA COSTA, 254 - HUMAITÁ - RIO DE JANEIRO  
Crachás:  na Livraria Espírita Joanna de Ângelis Tel. 2265- 2065 com Iracema;
na Livraria A Casa Rua Conde de Bonfim, 255/106 Tel. 3172- 3098;
no Abrigo Thereza de Jesus à Rua Ibituruna, 53 Tel. 2569 - 8215;
no Lar de Tereza em Copacabana Tels. 3208- 5264/2256 -2548
com Glória Pitanga Tel. 2569- 8770

ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS

Parte Segunda – Capítulo 2

Encarnação dos espíritos

 


Materialismo

147 Por que os anatomistas2, os fisiologistas3 e em geral os que se aprofundam nas ciências naturais são, muitas vezes, levados ao materialismo?
– O fisiologista vê tudo à sua maneira. Orgulho dos homens,que acreditam saber tudo e não admitem que alguma coisa possa ultrapassar seu conhecimento. Sua própria ciência lhes dá presunção. Pensam que a natureza não pode lhes ocultar nada.

148 Não é de lamentar que o materialismo seja uma conseqüência de estudos que deveriam, ao contrário, mostrar ao homem a superioridade da inteligência que governa o mundo? Por isso, pode-se concluir que são perigosos?
– Não é exato dizer que o materialismo seja uma conseqüência desses estudos. É o homem que tira deles uma falsa conseqüência, porque tem a liberdade de abusar de tudo, mesmo das melhores coisas. O nada, aliás, os amedronta mais do que eles demonstram, e os Espíritos fortes são, muitas vezes, mais fanfarrões do que bravos. A maioria dos materialistas só o são porque não têm nada para encher o vazio do abismo que se abre diante deles. Mostre-lhes uma âncora de salvação e se agarrarão a ela apressadamente.
Por uma aberração4 da inteligência, há pessoas que vêem nos seres orgânicos apenas a ação da matéria e a esta atribuem todos os nossos atos. Vêem no corpo humano apenas a máquina elétrica; estudaram o mecanismo da vida apenas pelo funcionamento dos órgãos que muitas vezes viram se extinguir pela ruptura de um fio, e não viram nada mais que esse fio.
Procuraram ver se restava alguma coisa e, como encontraram apenas a matéria, que se tornara inerte, e não viram a alma escapar nem a puderam apanhar, concluíram que tudo estava nas propriedades da matéria e que, depois da morte, o pensamento se aniquilava. Triste conseqüência se fosse assim, porque então o bem e o mal não teriam significação alguma; o homem seria levado apenas a pensar em si mesmo e a colocar acima de tudo a satisfação de seus prazeres materiais, os laços sociais seriam rompidos e as afeições mais santas destruídas para todo o sempre. Felizmente, essas idéias estão longe de ser gerais, pode se até mesmo dizer que são muito limitadas e constituíram apenas opiniões individuais, porque em nenhuma parte constituíram doutrina. Uma sociedade fundada sobre essas bases teria em si o germe de sua dissolução, e seus membros se entredevorariam como animais ferozes5 .
O homem tem o pensamento instintivo de que nem tudo se acaba quando cessa a vida. Tem horror ao nada. Ainda que teime e resista inutilmente contra a idéia da vida futura, quando chega o momento supremo são poucos os que não se perguntam o que vai ser deles; a idéia de deixar a vida e não mais retornar é dolorosa. Quem poderia, de fato, encarar com indiferença uma separação absoluta, eterna, de tudo o que amou? Quem poderia, sem medo, ver abrir-se diante de si o imenso abismo do nada onde se dissiparão para sempre todas as nossas capacidades, todas as nossas esperanças, e dizer a si mesmo: “Qual o quê! Depois de mim, nada, nada mais além do vazio; tudo acabou; daqui a alguns dias minhas lembranças serão apagadas da memória dos que me sobreviverem; daqui a pouco não restará nenhum traço de minha passagem pela Terra; o próprio bem que fiz será esquecido pelos ingratos a quem servi; e nada pode compensar tudo isso, nenhuma outra perspectiva além do meu corpo roído pelos vermes!”
Esse quadro não tem alguma coisa de apavorante, glacial? A religião nos ensina que não pode ser assim, e a razão o confirma. Mas essa existência futura, vaga e indefinida não nos dá nenhuma esperança, sendo para muitos a origem da dúvida. Temos uma alma, sim, mas o que é nossa alma? Ela tem uma forma, uma aparência qualquer? É um ser limitado ou indefinido? Uns dizem que é um sopro de Deus; outros, uma centelha; outros, uma parte do grande Todo, o princípio da vida e da inteligência, mas o que tudo isso nos oferece? O que nos importa ter uma alma se depois da morte ela se confunde na imensidade como as gotas d’água no oceano? A perda de nossa individualidade não é para nós o mesmo que o nada? Diz-se, ainda, que é imaterial; mas uma coisa imaterial não poderá ter proporções definidas e para nós equivale ao nada. A religião ainda nos ensina que seremos felizes ou infelizes, conforme o bem ou o mal que tivermos feito. Mas em que consiste essa felicidade que nos espera no seio de Deus? É uma beatitude, uma contemplação eterna, sem outra ocupação a não ser a de cantar louvores ao Criador? As chamas do inferno são uma realidade ou um símbolo? A própria Igreja as entende nesta última significação, mas quais são aqueles sofrimentos? Onde está esse lugar de suplício? Numa palavra, o que se faz, o que se vê, nesse mundo que nos espera a todos? Diz-se que ninguém voltou de lá para nos prestar contas.
É um erro dizer isso. A missão do Espiritismo é precisamente a de nos esclarecer sobre esse futuro, de nos fazer, até certo ponto, tocá-lo e vê-lo, não mais só pelo raciocínio, mas apresentando fatos. Graças às comunicações espíritas, isso não é uma presunção, uma probabilidade que cada um entende à sua maneira, que os poetas embelezam com suas ficções ou pintam de imagens alegóricas que nos enganam. É a realidade que nos aparece, pois são os próprios Espíritos que vêm nos descrever sua situação, nos dizer o que foram, o que nos permite assistir, por assim dizer, a todas as peripécias de sua nova vida e, por esse meio, nos mostram a sorte inevitável que nos está reservada, de acordo com nossos méritos e deméritos. Há nisso algo de anti-religioso? Bem ao contrário, uma vez que os incrédulos aí encontram a fé e os indecisos a renovação de fervor e de confiança. O Espiritismo é o mais poderoso auxiliar da religião. E se é assim, é porque Deus o permite e o permite para reanimar nossas esperanças vacilantes e nos reconduzir ao caminho do bem mediante a perspectiva do futuro.

  1. Compare essa resposta com a da questão 628 (N. E.).
  2. Anatomista: profissional que estuda a forma e a estrutura dos órgãos do corpo humano (N. E.).
  3. Fisiologista: profissional que estuda o funcionamento das atividades vitais do corpo humano: crescimento, respiração, pensamento, etc. (N. E.).
  4. Aberração: desvio, distorção, desatino (N. E.).
  5. Como animais ferozes: embora Kardec tenha escrito isso há quase 150 anos, os sistemas políticos que se basearam na doutrina materialista se auto dissolveram por si, não tiveram continuidade (N. E.).

14 de jul de 2013

DESENCARNAÇÃO DE HERMÍNIO CORREA DE MIRANDA

A literatura espírita perdeu um dos seus maiores escritores : Herminio Correa de Miranda. Em comunicado da Editora da FEB,  relata que a a desencarnação do dedicado companheiro Hermínio Correa Miranda, aos 93 anos de idade, ocorrido no dia 8 de julho na cidade do Rio de Janeiro. O sepultamento foi nesta 3a. feira, por volta das 15 horas no Jardim da Saudade – Bairro Paciência, na mesma cidade.

Hermínio C.Miranda colaborou durante muitos anos com a revista “Reformador”, escrevendo a seção “Lendo e Comentando” e com artigos avulsos. Pela Editora da FEB, tem publicado os livros: As Marcas do Cristo (2 Volumes), Sobrevivência e Comunicabilidade dos Espíritos, Nas Fronteiras do Além, Reencarnação e Imortalidade, Candeias da Noite Escura, e outros esgotados.

Na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, a Editora FEB estará lançando a nova obra “Estudos e Crônicas”, no início de setembro.

Desde junho, o presidente da FEB vinha mantendo contatos com as filhas de Hermínio, pois o mesmo se encontrava adoentado, e estava em andamento uma entrevista com o mesmo para a revista “Reformador”.

O Conselho Diretor e a Diretoria Executiva da FEB homenageiam o inolvidável trabalhador da Seara Espírita e externam o apoio vibratório a seus familiares.

Fonte: FEB

Algumas obras de Hermínio C. Miranda
  • A dama da noite (coleção "Histórias que os espíritos contaram")
  • A irmã do vizir (coleção "Histórias que os espíritos contaram")
  • A memória e o tempo
  • A noviça e o faraó - a extraordinária história de Omm Sety
  • A reencarnação na Bíblia
  • A reinvenção da morte (incorporada ao livro As duas faces da vida)
  • Alquimia da mente
  • Arquivos psíquicos do Egito
  • As duas faces da vida
  • As mãos de minha irmã (coleção "Histórias que os espíritos contaram", anteriormente intitulado Histórias que os espíritos contaram)
  • As marcas do Cristo, publicada em dois volumes
  • As mil faces da realidade espiritual
  • As sete vidas de Fénelon (série "Mecanismos secretos da história")
  • Autismo, uma leitura espiritual
  • Candeias na noite escura
  • Com quem tu andas? (com Jorge Andrea dos Santos e Suely Caldas Schubert)
  • Condomínio espiritual
  • Cristianismo: a mensagem esquecida
  • Crônicas de um e de outro (com Luciano dos Anjos)
  • De Kennedy ao homem artificial (com Luciano dos Anjos)
  • Diálogo com as sombras
  • Diversidade dos carismas
  • Eu sou Camille Desmoulins (com Luciano dos Anjos), publicada também em francês com o título Je suis Camille Desmoulins
  • Guerrilheiros da intolerância
  • Hahnemann, o apóstolo da medicina espiritual
  • Lembranças do futuro (incorporada ao livro As duas faces da vida)
  • Memória cósmica
  • Nas fronteiras do além
  • Nossos filhos são espíritos
  • O espiritismo e os problemas humanos (com Deolindo Amorim)
  • O estigma e os enigmas
  • O evangelho gnóstico de Tomé
  • O exilado (coleção "Histórias que os espíritos contaram")
  • O mistério de Patience Worth (com Ernesto Bozzano)
  • O pequeno laboratório de Deus (anteriormente intitulada Negritude e genealidade)
  • O que é fenômeno anímico (série "Começar")
  • O que é fenômeno mediúnico (série "Começar")
  • Os cátaros e a heresia católica
  • Reencarnação e imortalidade
  • Sobrevivência e comunicabilidade dos espíritos
  • Swedenborg, uma análise crítica
  • Além destas, Herminio traduziu e comentou as seguintes obras:
  • A feira dos casamentos (de J. W. Rochester, psicografada por Vera Ivanova Kryzhanovskaia)
  • A história triste, publicada em três volumes (de Patience Worth, psicografado por Pearl Lenore Curran)
  • O mistério de Edwin Drood (de Charles Dickens, com final psicografado por Thomas P. James)
  • Processo dos espíritas (de Madame Pierre-Gaëtan Leymarie)

MINUTOS DE SABEDORIA

31


VEJA, na criança, o futuro da humanidade.
Mantenha-se, por isso, solidário com os trabalhos que visem a
beneficiá-las.
Lembre-se de que cada criança poderia ser um filho querido de seu
coração.
Colabore na recuperação das crianças desajustadas, sobretudo
mediante seu exemplo "dignificante e nobre.
Em todos os setores, a criança é sempre o futuro, e por isso precisa
ser atentamente ajudada em suas necessidades.

5 de jul de 2013

"CANTINHO DA MÚSICA"

Vídeo da música "Médiuns", da dupla Tim e Vanessa.
http://www.youtube.com/watch?v=dcgLnofSaoo

Em verdade eu vos digo

BIS
Que se eles se calarem
As pedras é que falarão
Vossos velhos terão sonhos
Vossos jovens profetizarão

Cajado de Moisés
O manto de Elias
Escada de Jacó
As visões de Jeremias
Hoje médiuns, antes, profetas
Faculdades não mais ocultas
Quantos falam, quantos sentem
Quantos ouvem, quantas línguas

Em verdade eu vos digo
Que se eles se calarem
As pedras é que falarão
Vossos velhos terão sonhos
Vossos jovens profetizarão

Nas Bodas de Caná
Na cura das feridas
Na Transfiguração
Nos dando a água viva
Sempre Mestre, sempre Profeta
Ser divino, Ser o Guia
Quantos calam, quantos sentem
Quantos ouvem o médium da Vida.

Em verdade eu vos digo
Que se eles se calarem
As pedras é que falarão
Vossos velhos terão sonhos
Vossos jovens profetizarão
Em verdade eu vos digo 
Que se eles se calarem


MOMENTO CEAO

Comemorando os 90 anos do CEAO


Tertúlia Ivan Almeida de Sá

* A tertúlia é na sua essência uma reunião de amigos, familiares ou simplesmente frequentadores de um local, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos.

            Tema : Sexualidade,relacionamentos e moralidade : desafios contemporâneos à Luz da Doutrina Espírita. Com Karina e Luíz Fabiano .

Data : dia 28 de Julho de 2013, domingo

Horário : 14h30  as 17 h.

    Inscrições na secretaria. Compareçam !



            

REUNIÕES PÚBLICAS

JULHO DE 2013

TERÇA 14 H

dia 2 - A ação da prece no dia a dia - Joaquim Couto
dia 9 -Tema 1 -Beneficiência exclusiva ESE, XII ,20 -Wilson
            Tema 2 -Liberdade de pensar - LE 833 a 834 -Luiz Fernando
dia 16 - Nossos filhos são espíritos -Deuza Nogueira
dia 23 -Comentário - Um minuto com Jesus, pag 31 - Alice Maia
               Tema - A ingratidão dos filhos e os laços de família-Mari Cristina
dia 30 - Dramas da obsessão - Ivone Maria


SEXTA, 20H

dia 5  -Comentário - Um Minuto com Jesus , pag 29 - Walquíria
              Tema - Piedade filial , ESE , XIV, 1 a 4 - Maria Fausta
dia 12 - Tema 1 - Liberdade de Consciência, LE , 835 a 840
                Tema 2 - Quem é a minha mãe e quem são meus irmãos ESE, XIV de 5 a 7
dia 19 - Análise do Pai Nosso - Jorge da Conceição
dia 26 -  Vida e atos dos apóstolos - Ângela Vidal


SÁBADO, 17H30

dia 6 - Aprendendo com André Luiz - Wantuil Rodrigues
dia 13 - Unidos como irmãos  - Denise Duarte
dia 20 -Comentário- Um minuto com Jesus, pag 30 - Kainã
               Tema - Parentela corporal e parentela espiritual - Karina

dia 27 -Tema 1 - O mandamento maior, ESE, XV, 4 e 5 -Sara
               Tema 2 - Livre arbítrio, LE, 843 a 846 - Ivone Maria